As Suas Crianças Estão Lhes Observando

… sede bon­dosos uns para com os out­ros, com­pas­si­vo, per­doan­do-vos uns aos out­ros, como tam­bém Deus vos per­doou em Cristo.” Efé­sios 4:32 JFA

Aqui está uma história que todos os pais pre­cisam ler e lem­brar. “Um dia, meu mari­do e eu dis­cu­ti­mos e acabamos gri­tan­do um com o out­ro. Eu me retirei para a varan­da e sen­tei com a cabeça nas mãos, choran­do. Nos­sa fil­ha de dois anos ouviu o argu­men­to. “Eu te amo, mamãe”, ela disse, sen­tan­do ao meu lado e colo­can­do os braços em vol­ta de mim. “Eu tam­bém te amo”, eu disse. Ela des­can­sou a cabeça no meu ombro, me abraçan­do com força. “Eu gostaria que você pudesse amar meu pai tam­bém”, disse ela. Fale sobre arran­car o seu coração! “Mas eu amo o seu pai. Acabamos de ter um desen­tendi­men­to. ”Com isso, min­ha fil­ha sor­riu, levan­tou-se e foi emb­o­ra. “Onde você está indo?”, per­gun­tei a ela. Ela respon­deu: “Eu vou diz­er ao papai que você o ama!” 

Se você expor seus fil­hos à sua rai­va, cer­ti­fique-se de que eles este­jam por per­to quan­do você esten­der a graça e o perdão um para o out­ro. Ensine-os a lidar com o prob­le­ma sem atacar a pes­soa. Deixe-os saber que uma difer­ença de opinião pode levar a uma decisão que tor­na as coisas mel­hores para todos. E que você pode estar erra­do em um prob­le­ma e ain­da ser respeita­do e ama­do. Muitas vezes isso sig­nifi­ca ensi­nar-lhes o que você mes­mo nun­ca foi ensi­na­do. Se esse for o caso, apren­da com os erros que seus pais come­ter­am e trans­mi­ta esse con­hec­i­men­to para seus fil­hos. Per­doe quan­do estiv­er feri­do e não leve seus ressen­ti­men­tos para a cama (ver Efé­sios 4:26). Jesus disse que você deve per­doar “para que seu pai… no céu pos­sa per­doar-lhe” (Mc 11, 25). Lem­brem-se, pais, os seus fil­hos estão lhes obser­van­do!

Fonte: The Word For You Today- Super­Chan­nel — Orlan­do, FL — extraí­do do Livro Devo­cional God’s Lit­tle Devo­tion­al for Lead­ers, pág. 30.